terça-feira, 31 de outubro de 2017

EM REFORMA HÁ 500 ANOS

Há exatos quinhentos anos, o monge católico, Martinho Lutero, afixava nas portas da catedral do castelo de Wittenberg na Alemanha, as famosas 95 teses, que elencavam denúncias contra vários abusos cometidos pela Igreja Católica Apostólica Romana em clara afronta as Sagradas Escrituras. A intenção de Lutero inicialmente não era romper com a instituição, mas reformá-la, o que sabemos não aconteceu. Esse momento deflagrou o movimento que se alastrou por toda Europa servindo como ponto de partida para o surgimento de diversos grupos organizados que logo receberam a alcunha de protestantes.