Leitura

25. A Igreja Autêntica, de John Stott, é um clássico escrito pelo teólogo inglês. O livro dispensa comentários, pois Stott aborda através de uma visão bíblica e histórica os aspectos litúrgicos que devem estar presentes em uma igreja cristã autêntica. O autor parte de um ponto de vista reformado e totalmente ortodoxo para defender a essência que deve permear uma genuína comunidade cristã. Uma leitura indispensável para todos aqueles que desejam viver o cristianismo bíblico em suas igrejas. Recomendo!


24. Santidade Pessoal em Tempos de Tentação, de Bruce Wilkinson, é daqueles livros que figuram na categoria dos indispensáveis. Bruce, aborda de maneira inteligente e prática o tema, que é tão simples e ao mesmo tempo tão complexo. O sucesso da obra dá-se principalmente pela abordagem direta e prática, pois Wilkinson, desmistifica o assunto e através de um passo a passo ensina biblicamente como o cristão pode viver a santidade no seu cotidiano. Recomendo!


23. O Semeador de Ideias, de Augusto Cury, é o último livro da bem sucedida trilogia de romance do escritor. O enredo narra o desfecho da emocionante jornada do vendedor de sonhos e de seus discípulos. Na obra o autor propõe sugestões para enfrentarmos o adoecimento global da sociedade moderna, bem como, para deixarmos a posição de vítima e assumirmos o protagonismo de nossa história. Uma leitura cativante e inspiradora. Recomendo!


22. O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos, de Augusto Cury, é o segundo livro da bem sucedida trilogia de romance do escritor. A obra continua narrando as aventuras do vendedor de sonhos e de seus discípulos esquisitos. A trama se aprofunda e aborda de maneira inteligente e reflexiva os diversos conflitos vividos em nossa geração. A emoção domina o enredo do começo ao fim nos levando a pensar no adoecimento coletivo da sociedade moderna. Muito bom!


21. As Três Atitudes do Crente é um livreto que contém uma compilação de mensagens pregadas por Watchman Nee, durante sua cruzada evangelística na China, pouco antes da guerra com o Japão. O livro é dividido em três partes que são definidas pelas palavras "assentar", "andar" e "firmes". Segundo Nee, em primeiro lugar, o cristão deve "assentar" ou descansar em Cristo, depois deve "andar" na verdade do Evangelho e por fim deve permanecer "firme" contra as ciladas do diabo. Uma leitura antiga e breve, mas que traz um conteúdo importantíssimo para os nossos dias.


20. Espiritualidade Emocionalmente Saudável, de Peter Scazzero, trata sobre a importância de equilibrarmos o crescimento espiritual com o desenvolvimento e amadurecimento emocional. Na obra, o autor destaca o erro cometido por muitos cristãos, quando espiritualizam sistematicamente os dilemas emocionais, o que pode vir a acarretar terríveis consequências no campo das emoções. Scazzero, baseia a obra em sua experiencia pessoal e de maneira didática nos revela o caminho da maturidade emocional, para que dessa forma possamos desfrutar uma espiritualidade plena e sadia.  Recomendo!


19. Ansiedade - Como enfrentar o Mal do Século, de Augusto Cury, aborda as consequências que a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA) tem acarretado sobre a humanidade. O autor, que é psicólogo, psiquiatra, palestrante e um dos escritores mais lidos na atualidade disserta sobre esse tema complexo de maneira simples e direta revelando o adoecimento coletivo da humanidade e algumas ferramentas que podemos dispor para lutarmos contra essa tendência. Excelente leitura para aqueles que estão enfrentado conflitos interiores.


18. Picos e Vales, de Spencer Johnson, é um livro de leitura fácil e agradável. O escritor também é autor do clássico "Quem mexeu no meu queixo?". Johnson, explora através de um conto fictício a importância de sabermos desenvolver o equilíbrio entre os bons e ou maus momentos da vida, usando a analogia dos picos e vales para nos desafiar a assumirmos o curso da nossa história em todas as etapas da existência, sempre buscando extrair o melhor de cada experiencia. Recomendo como auxilio no desenvolvimento pessoal.


17. Uma Igreja com Propósitos, de Rick Warren, é leitura indispensável para aqueles que estão no pastoreio de congregações e anseiam pelo crescimento saudável. Nesse clássico, Warren conta a sua bem sucedida trajetória à frente da Saddleback Church, na Califórnia. Rick relata como seguindo a direção de Deus desenvolveu uma das igrejas mais saudáveis e crescentes da América. Esse com certeza não é um manual do pode e não pode, pelo contrário, é um manual prático e aplicável a todas as realidades. Recomendadíssimo!


16. Líderes que Permanecem, de Dave Kraft, é leitura obrigatória para aqueles que exercem a nobre função de liderar. O livro está longe do esquema teórico, tão comum nos livros de liderança. Dave usa sua ampla experiencia como mentor de liderança para desnudar diante dos nossos olhos as facetas mais importantes do caráter do líder. A máxima do livro é "Mais importante do que como você começou a liderar é como você vai terminar". Recomendo como leitura indispensável para líderes!


15. Uma vida com Propósitos, de Rick Warren é uma jornada que se estende por quarenta dias, tendo a compreensão do propósito de Deus para as nossas vidas como principal objetivo. O autor disserta de maneira extremamente pragmática e inspirada sobre as questões fundamentais que permeiam a existência humana, nos levando a entender que nossa vida terá sentido à medida que encontramos o propósito divino. Recomendo sem ressalvas!


14. Evangelismo por Fogo, de Reinhard Bonnke, é um livro de leitura simples e dinâmica, que nos mostra o poder e a abrangência do evangelismo em massa nos dias atuais. Ao avançarmos na leitura recebemos orientações práticas de como levar ao mundo perdido a poderosa pregação do evangelho, acompanhada da manifestação de sinais e maravilhas. O livro é um relato das experiencias do ministério evangelístico de maior impacto na atualidade. Recomendo a todos que têm o desejo ardente por alcançar as almas perdidas.


13. O Monge e o Executivo, de James Hunter, é uma narrativa empolgante, pois aborda a temática da liderança usando como modelo o estilo de Cristo, que comprovadamente é insuperável. Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, ideias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros. É impossível ler este livro sem sair transformado. Essa leitura, sem dúvidas, nos torna pessoas melhores.


12. No Altar da Idolatria Sexual, de Steve Gallagher, é um livro desafiador, que trata de maneira aberta os desvios da sexualidade, um tema que, diga-se de passagem, é tabu nos círculos cristãos. Steve, um ex-viciado em sexo, detalha como conseguiu vencer esse inimigo que silenciosamente vem assolando milhares de famílias em todo o mundo, dentro e fora do contexto cristão. Uma leitura obrigatória para todo homem que quer vencer as tentações nessa área tão delicada.


11. A Morte da Morte na Morte de Cristo, de John Owen, é um clássico do teólogo puritano disponível apenas em PDF. A polêmica obra foi publicada em 1647 (confesso ser o livro mais polêmico que já li), pois Owen defende de maneira ferrenha a doutrina da eleição limitada e combate com ardor a redenção universal. Para o puritano, Cristo morreu apenas pelos predestinados e não por toda humanidade, tendo assim satisfação plena em sua obra de redenção. Recomendo cuidado com os extremos na leitura!


10. Maravilhosa Graça, de Philip Yancey, é com certeza um livro provocativo. Yancey discute por que os cristãos, chamados para espalhar o aroma da graça, preferem emitir a fumaça cancerígena da ausência de graça. Para o autor, é preciso responder qual é a aparência de um cristão cheio de graça, em oposição à ausência de graça que opera como um pano de fundo estático ao longo da vida das famílias, das nações e das instituições. Para Philip, o tema é o cerne do evangelho do Cristo. Recomendo a leitura com a devida observância em relação ao perigo da "graça barata".


9. De Pastor a Pastor, de Hernandes Dias Lopes, é uma importante referência bibliográfica da teologia pastoral. O livro aborda as principais nuances e os grandes desafios enfrentados por aqueles que exercem a atividade pastoral. Com uma sensibilidade ímpar e utilizando-se de sua própria experiência, o autor discorre sobre a complexidade das funções do pastor e sobre os perigos que rondam o ministério. Leitura obrigatória para todos que desenvolvem o nobre chamado.


8. Se Jesus Fosse Prefeito, de Bob Moffitt, é uma narrativa interessante, que de maneira fictícia, analisa a forma como Jesus agiria exercendo a função de prefeito. O livro aborda a temática do evangelho integral, demonstrando como nós, os cristãos, devemos assumir o compromisso de refletir os valores do reino de Deus em nossas cidades, através de atitudes práticas que demonstrem que Deus não está alheio aos dilemas do cotidiano. Recomendo esse livro, pois a presença da Igreja de Cristo deve ser cada vez mais relevantes para as comunidades onde está inserida.


7. O Seu Dinheiro, de Howard Dayton, é o livro base para o Curso de Finanças Crown da Universidade da Família - UDF. O autor traz à tona um tema negligenciado pela maioria dos cristãos; a administração financeira. A literatura mostra como a Bíblia trata o assunto e como a relação com o dinheiro afeta o nosso relacionamento com Deus, enfatizando que a verdadeira prosperidade consiste na correta perspectiva da administração daquilo que o Senhor coloca em nossas mãos. Recomendadíssimo!


6. 50 Maneiras de Criar Bons Relacionamentos, de Steve Chandler, é um livro de uma leitura simples e objetiva. Longe de ser uma tarefa ou um desafio para se enfrentar, você aprenderá que bons relacionamentos oferecem oportunidades ilimitadas de apoio e de troca. Só é preciso aprender como transformá-los em bons e mantê-los assim. O autor mostra como pequenas atitudes podem gerar relacionamentos saudáveis, estáveis e duradouros. Ótima pedida para a área de desenvolvimento pessoal.


5. Homem ao Máximo, de Edwin Louis Cole, é um verdadeiro tratado sobre hombridade. Essa literatura tem sido usada como base do curso para a formação do caráter masculino da Universidade da Família - UDF. O autor é extremamente perspicaz ao analisar a fundo a figura proposta na Bíblia para o homem e o seu desgaste promovido pela cultura atual. É leitura indispensável para todos os homens que almejam viver o legado de hombridade deixado por Jesus Cristo.


4. A Arte da Guerra, de Sun Tzu, é um tratado militar escrito durante o século IV a.C. O autor foi um grande pensador do exercício da guerra, que através de analogias práticas aborda estratégias eficazes para o sucesso no combate. A obra tem como ênfase a excelência da racionalidade para o êxito na empreita militar e seu valor tem sido reconhecido por milênios. Seu uso abrange desde liderança empresarial à motivação pessoal. Uma leitura interessante!


3. O Vendedor de Sonhos: O Chamado, de Augusto Cury, é o primeiro livro da trilogia homônima. A partir da história do protagonista, um empresário multimilionário que vê sua vida mudar radicalmente, o drama fictício traz à tona, com muita lucidez, a crise existencial vivida pela humanidade. Na primeira parte da estória, Cury começa a dissecar a vida dos personagens e seus dilemas de maneira envolvente e carregada de emoção. Com certeza após essa leitura você fará uma reflexão sobre valores e conceitos existentes em sua vida.


2. Heróis da Fé, de Orlando Boyer, é com certeza um dos livros que considero "de cabeceira". Pela graça divina, a cada nova leitura novas experiencias me são acrescentadas. A obra relata trechos das biografias de vinte homens que abalaram o mundo através de uma vida totalmente dedicada a Deus. Tenho a obra de Boyer como um combustível espiritual para tempos em que a fé parece desfalecer. É leitura obrigatória para todos que anseiam pelo avivamento do Senhor.


1. Um Pastor Segundo o Coração de Deus, de Eugene Peterson, é com certeza uma das principais referências bibliográficas no que se refere a teologia pastoral.. Recomendo a todos aqueles que acreditam que a função do pastor excede o cumprimento das tarefas do ofício. Peterson, aborda de maneira contundente os três ângulos que considera primordial para o êxito do ministério pastoral: A oração, o estudo da Bíblia e o aconselhamento. O autor ainda critica a secularização da função do pastor, que em muitos casos é desempenhada como uma mera profissão. Uma leitura que abençoará sua vida e ministério.

Comentários

Postar um comentário

O que você achou desse post?

Postagens mais visitadas deste blog

Cristianismo A La Carte

A COROA DE ESPINHOS

A SÍNDROME DO FILHO PRÓDIGO

As Cinco Marcas de um Líder Enganador

Deus e Sua missão entre os Homens